Hamas incinera bebidas e drogas na Faixa de Gaza

A polícia da Faixa de Gaza fez uma fogueira pública nesta quarta-feira com sacolas contendo bebidas alcoólicas, drogas e medicamentos, como parte do que afirma ser uma campanha contra as drogas. Amer Issa, chefe da unidade antidrogas do Hamas, disse que os produtos foram contrabandeados de Israel e do Egito.

AE-AP, Agência Estado

11 de agosto de 2010 | 18h16

Ele afirmou que, em julho, a polícia de Gaza apreendeu 150 quilos de maconha, quatro quilos de cocaína, 200 garrafas de bebidas alcoólicas e 2 milhões de comprimidos analgésicos, que muito habitantes locais têm usado como narcótico. O Hamas tomou o controle da Faixa de Gaza em 2007 e tenta impor no território sua visão estrita do Islã, que bane totalmente as bebidas alcoólicas e as drogas.

O procurador-geral de Gaza, Mohammed Abed, disse nesta semana que os traficantes detidos na operação em julho serão julgados em breve e que alguns poderão ser executados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.