Hamas não quer negociação de grupo rival com Israel

Osama Hamdan, um alto oficial do Hamas, afirmou que o grupo rival Autoridade Palestina deve encerrar a coordenação de segurança e as negociações de paz com Israel para que qualquer conversa sobre reconciliação entre os dois grupos palestinos possa acontecer.As declarações de Hamdan deverão complicar os esforços árabes para reconciliar o Hamas, que controla a Faixa de Gaza, e a Autoridade Palestina, dominada pelo Fatah e que dirige a Cisjordânia. Hamdan é o representante do Hamas no Líbano e tem relação próxima com o líder do grupo Khaled Mashaal, exilado em Damasco, na Síria.Em um comício neste domingo, Hamdan disse que o Hamas recebe bem o diálogo palestino, mas qualquer reconciliação deve ser baseada "em um programa de resistência para libertar o território ocupado e recuperar direitos". Hamdan sustentou que o processo de paz israel-palestino terminou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.