Hamas nega negociação para reconciliação com Fatah

Sami Khater, alto membro do grupo militante islâmico Hamas, negou hoje qualquer conversa de reconciliação com o partido laico Fatah. Khater, que faz parte da administração do Hamas em Damasco, na Síria, disse também que o auxílio internacional para a Faixa de Gaza deve ir direto para o Hamas, e não para o presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas, do rival Fatah.Khater afirmou ainda que o Hamas foi o vitorioso no confronto de 22 dias com Israel na Faixa de Gaza. A ofensiva israelense deixou mais de 1.300 palestinos mortos. Treze israelenses morreram no mesmo período.O Hamas expulsou o Fatah de Gaza em junho de 2007 e desde então controla a área. O grupo de Abbas administra a Cisjordânia.Khater confirmou que uma delegação do Hamas viajará até o Cairo para, neste fim de semana, negociar com mediadores egípcios formas de consolidar o cessar-fogo entre o grupo e Israel, iniciado no domingo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.