Hamas nega trégua de uma semana com Israel

O movimento islâmico Hamas desmentiu que tenha declarado uma trégua de uma semana com Israel, caso os israelenses deixem de usar a Força Aérea contra os líderes políticos do grupo. "Não há nenhuma trégua de uma semana com Israel", disse o deputado e porta-voz do Hamas, Sami abu Zuhri.O porta-voz desmentiu assim informações da imprensa israelense. A notícia dizia que Israel avisou na segunda-feira o governo do primeiro-ministro Ismail Haniye, por canais secretos, que os dirigentes políticos do movimento islâmico estariam na mira da Força Aérea se não cessassem os ataques.Fontes da segurança palestina e mesmo do Hamas, porém, garantem que na prática a milícia Azzedin Qassam suspendeu seus ataques com foguetes contra o território israelense. Quarta-feira, o ministro da Defesa de Israel, Amir Peretz, confirmou a interrupção dos disparos com foguetes por parte do Hamas, ao falar à Comissão de Segurança e Relações Exteriores do Parlamento.Segundo todas as fontes, o cessar-fogo de uma semana entrou em vigor na segunda-feira à noite, após a morte de nove palestinos num ataque aéreo israelense.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.