Hamas ordena a paralisação de ataques suicidas

O grupo fundamentalista islâmico Hamas ordenou a paralisação dos atentados e dos ataques a bomba contra Israel, diz um panfleto da organização distribuído nesta sexta-feira na Cidade de Gaza.Hassan Youssef, alto dirigente do Hamas, confirmou a decisão de suspender os atentados suicidas, que causaram dezenas de mortes e centenas de feridos nos últimos 15 meses de violência entre palestinos e israelenses. Youssef disse que a decisão foi para "preservar a unidade palestina".O comunicado do grupo islâmico acontece um dia depois dos combates em Gaza entre a polícia palestina e membros do Hamas, depois da Autoridade Palestina ordenar a prisão de dirigentes do Hamas e impedir bombardeios contra assentamentos judeus.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.