Hamas pede que Fatah liberte prisioneiros imediatamente

O grupo palestino Hamas, que controla a Faixa de Gaza, exigiu neste domingo que seus rivais do Fatah libertem centenas de prisioneiros do Hamas antes que as facções palestinas se encontrem esta semana para um diálogo de conciliação. Não está claro, no entanto, se o Hamas pretende cancelar o encontro caso sua exigência não seja atendida.Um porta-voz do governo de Gaza, Taher Nunu, pediu hoje a "imediata libertação de todos os prisioneiros políticos". Segundo oficiais do Fatah, que domina a Cisjordânia, o encontro está marcado para quarta e quinta-feira, no Egito.Tentativas anteriores do Hamas e Fatah de se formar um governo de coalizão em territórios palestinos já falharam no passado. Mas ambos os lados têm bons motivos para buscar um acordo. O Hamas depende do pacto para pôr fim ao embargo internacional à Gaza. Já o presidente palestino e líder do Fatah, Mahmoud Abbas, está no poder há mais tempo que seu mandato previa e precisa do apoio do Hamas para reafirmar sua legitimidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.