Hamas propõe cessar-fogo com Israel

Grupo impediria disparos de foguetes de Gaza se israelenses interromperem ataques.

BBC Brasil, BBC

26 de março de 2011 | 17h03

Líderes do grupo islâmico Hamas anunciaram neste sábado um acordo com outras facções palestinas na Faixa de Gaza para um cessar-fogo com Israel com condição de que o governo do país interrompa os ataques no território.

Na semana passada, ataques israelenses mataram pelo menos 10 palestinos, incluindo várias crianças e civis.

Desde o último sábado, militantes em Gaza dispararam mais de 80 foguetes e morteiros em direção ao sul de Israel.

O Hamas e grupos como o Jihad Islâmica afirmaram por meio de um comunicado estarem dispostos a impedir que mais foguetes sejam disparados, se Israel não prosseguir com os ataques.

O correspondente da BBC em Gaza Jon Donnison diz que, no passado, o Hamas não conseguiu impedir a ação de outros grupos militantes do território e sua autoridade deve ser agora testada com a proposta.

A semana passada foi considerada uma das mais violentas desde a grande operação militar israelense de dois anos atrás.

À época, a operação Chumbo Fundido matou mais de 1,3 mil palestinos. O confronto deixou 13 israelenses mortos. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Tudo o que sabemos sobre:
hamasisraeljihad islamicogaza

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.