Hamas quer diálogo com próximo presidente dos EUA

O líder exilado do grupo palestino Hamas, Khaled Meshal, disse em uma entrevista publicada hoje que o movimento está disposto a negociar com qualquer dos eleitos para a presidência dos Estados Unidos. "O Hamas está pronto para o diálogo com qualquer presidente dos EUA, ou o democrata (Barack) Obama ou o republicano (John) McCain", afirmou Meshal em entrevista ao diário jordaniano Al-Arab Al-Yawm."Eu estou confiante que estamos prontos para lidar com qualquer candidato presidencial, mas temos que nos apegar a nossos direitos", avaliou. "Admitimos que os Estados Unidos são poderosos, mas nós somos mais poderosos em nosso território." Meshal vive exilado na Síria. Segundo ele, o Hamas "saúda qualquer mudança na política externa dos EUA". "O Hamas saúda qualquer mudança para encerrar o favorecimento a Israel, bem como a agressão na região." O Hamas comanda a Faixa de Gaza e é considerado terrorista pelos Estados Unidos. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.