Haniye acusa os EUA de apoiar incursão israelense em Gaza

O Washington Post publicou nesta terça-feira um artigo assinado pelo primeiro-ministro palestino Ismail Haniya, do Hamas.Haniya acusa os Estados Unidos de se unirem a Israel para arquitetar uma campanha de guerra diplomática e econômica contra a Autoridade Palestina nos últimos cinco meses, que culminou com a invasão da Faixa de Gaza.O primeiro-ministro pergunta o que os americanos pensam da situação e responde ele mesmo: "Eles pensam, sem dúvida, no soldado feito refém durante a batalha - não nos milhares de palestinos, incluindo mulheres e crianças, que continuam em prisões israelenses por resistirem à uma ocupação ilegal, que é condenada pela lei internacional."No fim do artigo, Ismail Haniya apresenta uma mensagem: "Se Israel não permitir que os palestinos vivam em paz, com dignidade e integridade nacional, os israelenses também não poderão desfrutar desses direitos. (...) A Terra Santa ainda tem chance de se tornar um poder pacífico com uma economia estável para todo o povo judeu da região. Se apenas os americanos soubessem da verdade, possibilidades poderiam se tornar realidade."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.