Haniye sai ileso de atentado na saída de mesquita em Gaza

O primeiro-ministro palestino, IsmailHaniye, saiu ileso de um atentado nesta sexta-feira, quando saía de uma mesquitano centro da Faixa de Gaza, disseram testemunhas. Um grupo de atiradores disparou contra o comboio em que oprimeiro-ministro viajava. Este é o primeiro atentado contra Haniyedesde que assumiu a chefia do governo, em março. O primeiro-ministro palestino vai às mesquitas de Gaza àssextas-feiras, onde costuma rezar e fazer discursos políticos. Nesta sexta-feira, Haniye havia declarado sua rejeição à convocação deeleições antecipadas, medida estudada pelo presidente palestino elíder do movimento opositor Fatah, Mahmoud Abbas. Os agentes que fazem a segurança do primeiro-ministro fizeramvários disparos para o ar após o ataque, a fim de permitir aevacuação da comitiva do chefe do governo. Fontes palestinas disseram que os agressores eram parentes de ummilitante do nacionalista Fatah que morreu nos recentes confrontosentre facções palestinas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.