Harvard reabre dois dos quatro prédios fechados após suspeita de bomba

Nesta manhã, quatro edifícios foram isolados na tradicional escola americana

O Estado de S. Paulo,

16 de dezembro de 2013 | 13h39

(ATUALIZADA ÀS 18h) CAMBRIDGE - A Universidade de Harvard reabiu dois dos quatro prédios fechados na manhã desta segunda-feira, 16, após a informação, não confirmada, de que poderia haver explosivos em um deles. Segundo a direção da escola, os dois edifícios foram vistoriados pela polícia e nada foi encontrado. Os outros dois prédios continuam sendo inspecionados.

Três dos locais que foram desocupados ficam em Cambridge. A escola postou alertas em sua página de emergência na internet e na sua conta no twitter.

"Por precaução extra, os prédios foram esvaziados enquanto a investigação prossegue", informou a universidade por meio de nota. Segundo a assessoria de Harvard, a polícia e a escola estavam investigando e a direção deve fornecer mais informações em breve.

Em comunicado, a direção de Harvard disse que seu departamento de polícia recebeu informação de que explosivos foram colocados em quatro prédios, que foram esvaziados por precaução. /AP

Tudo o que sabemos sobre:
Harvardsuspeitabomba

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.