Charlie Hbdo/Reprodução
Charlie Hbdo/Reprodução

Hashtag sobre atentado ao 'Charlie Hebdo' está em 1 milhão de posts

Nas horas seguintes ao ataque em Paris, a expressão #jesuischarlie foi replicada em diversos países do mundo no Twitter

O Estado de S. Paulo

08 de janeiro de 2015 | 16h34

PARIS - Após o atentado da quarta-feira 7 contra o jornal satírico Charlie Hebdo, no qual morreram 12 pessoas, cerca de um milhão de mensagens foram publicadas no Twitter com a hashtag #jesuischarlie (eu sou Charlie, em francês).

Os dados são da empresa SocialBro, sediada em Córdoba, Espanha, certificada pelo Twitter para a monitorar dados que permitem descobrir o impacto do atentado na rede social.

Os dados registrados pela SocialBro vão de pouco depois do atentado até a meia-noite (horário local). A hashtag #jesuischarlie foi utilizada em 997.470 comentários. O pico de atividade foi por volta das 21 horas (18 horas de Brasília), quando foram publicados 237.980 comentários.

Por países, a França liderou o envio de mensagens com a hashtag #jesuischarlie, com 34,17% dos tweets, seguida por Grã-Bretanha e Estados Unidos.

Entre as mensagens mais divulgados estão várias imagens das manifestações espontâneas em Paris após o atentado e os trabalhos de cartunistas que quiseram prestar homenagens às vítimas e expressar a tristeza pelo ataque com a hastag #jesuischarlie. /EFE

Tudo o que sabemos sobre:
FrançaterrorismoCharlie HebdoParis

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.