Havaí sofre terremoto de 6,6 graus e governadora declara estado de emergência

Autoridades do Havaí pediram calma neste domingo a toda a população, após o terremoto de 6,6 graus de magnitude na escala Richter que atingiu o arquipélago. A governadora Linda Lingle, no entanto, emitiu uma declaração de desastre. Em sua declaração, Linda afirma que o tremor registrado pouco depois das 13 horas de Brasília causou danos consideráveis em edifícios e em estradas de todo o estado.Inicialmente foi anunciado que o terremoto tinha sido de 6,3 graus, mas especialistas do Serviço Geológico dos EUA elevaram para 6,6 graus na escala Richter a magnitude do terremoto que atingiu o Havaí. Especialistas, no entanto, descartam o risco de que o tremor provoque um tsunami no Pacífico.A governadora, a Polícia e os especialistas do Serviço Geológico americano afirmaram que, por enquanto, não há informações sobre vítimas fatais por causa do tremor. "Parece que todo mundo está bem", disse a governadora do Estado. Também não foi decretado o alerta diante de possíveis tsunamis no Pacífico.Lingle pediu à população que permaneça em calma e que, exceto em caso de necessidade, não saia de casa e não viaje por estrada. Autoridades pediram também que os moradores não utilizem telefone celular nem liguem para os serviços de emergência, exceto se for imprescindível.Fontes da Polícia confirmam apenas que várias casas ficaram danificadas e que o hospital de Kona pode ter sofrido danos estruturais.A televisão local mostrou algumas imagens sobre o rastro deixado pelo terremoto nas principais estradas do arquipélago, assim como em algumas casas e em um hospital da cidade de Kona, que teve que ser evacuado.O tráfego aéreo nos aeroportos do arquipélago, que foram fechados logo após o terremoto, já foi normalizado.O Serviço Geológico Americano afirma que o terremoto foi seguido por várias réplicas. Algumas delas podem ter alcançado magnitude de 5,8 graus.O tremor aconteceu pela manhã (pouco depois das 13h de Brasília), a cerca de 250 quilômetros ao sudeste de Honolulu, capital do Estado, na Ilha Oahu.Segundo a rede de televisão CNN, o tremor provocou o corte do abastecimento elétrico para a imensa maioria da população de Oahu e, em menor medida, para outras ilhas do arquipélago. Deslizamentos de terra bloquearam as principais estradas da ilha.Até o momento, não houve a confirmação de nenhuma vítima fatal por causa do tremor, mas foram registrados grandes danos materiais e de infra-estrutura assim como algumas pessoas ue tiveram ferimentos leves, de acordo com a televisão local KITV.Matéria atualizada às 20h20

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.