, O Estado de S.Paulo

30 de novembro de 2010 | 00h00

O governo cubano autorizou aluguéis de salas, jardins, varandas e até piscinas para a instalação de pequenos negócios, informou ontem a imprensa oficial de Havana. A flexibilização do setor imobiliário tem a intenção de apoiar a instalação de pequenas empresas. Buscando aliviar um déficit de 500 mil moradias, o governo autorizou ainda o aluguel de quartos e casas a cubanos. Em ambos os casos, os proprietários deverão pagar impostos de acordo com o espaço que aluguem.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.