Reuters
Reuters

Helicóptero cai durante busca de sobreviventes em Taiwan

Tufão Morakot causa deslizamento em vilarejo; mais de 600 pessoas podem estar soterradas em Shiao Lin

11 de agosto de 2009 | 08h32

Um helicóptero caiu nesta terça-feira, 11, enquanto tentava resgatar sobreviventes isolados devido à passagem do tufão Morakot em Pingtung, no sul de Taiwan. As equipes de resgate e salvamento da ilha não dão conta de resgatar as centenas de pessoas que permanecem isoladas pelas inundações e deslizamentos de terra e barro causados pelo tufão. Além disso, ainda é impossível determinar o número de desaparecidos, provavelmente soterrados no barro e na lama ou arrastados pelas águas, porque muitas aldeias continuam incomunicáveis.

 

O helicóptero se chocou contra uma montanha e caiu em um vale perto da aldeia aborígine Sandimen, informou, em comunicado, o Ministério do Interior taiwanês. A rede de televisão TVBS afirmou que os três tripulantes que estavam no aparelho morreram.O Morakot causou em Taiwan as piores inundações dos últimos 50 anos, com multimilionárias perdas materiais, mais de 50 mortos, 62 desaparecidos e 35 feridos, segundo os dados oficiais.

 

Um deslizamento de terra provocado pela passagem do tufão Morakot, que significa esmeralda em tailandês, pode ter soterrado até 600 pessoas no vilarejo de Shiao Lin, no sul de Taiwan, segundo funcionários de emergência. O tufão e tempestades tropicais vêm provocando desastres na Ásia desde sexta-feira. Mais de 50 pessoas morreram em Taiwan, China, Filipinas e Japão. No domingo, o governo chinês retirou 1 milhão de pessoas de cidades que poderiam ser atingidas pelo Morakot.

 

Imagem do Exécito mostra o vilarejo debaixo da lama. Foto: AP

 

Nesta terça, o Exército de Taiwan resgatou cerca de 260 pessoas dos arredores da vila soterrada. As pessoas escaparam as enchentes buscando abrigo em áreas altas, de onde são retirados com helicópteros. A população de Shiao Lin não teve tempo suficiente de escapar das casas soterrados. Autoridades taiwanesas informaram que por causa dos fortes ventos e da tempestade o resgate em Shiao Lin - que fica numa região montanhosa - só poderia ser feito com helicópteros. Os socorristas conseguiram resgatar apenas 100 dos 1.300 habitantes, pois o trabalho teve de ser suspenso por causa do mau tempo. Como os helicópteros não conseguiram pousar, passaram a lançar mantimentos para os sobreviventes.

 

Antes de chegar em Taiwan, o Morakot passou pelas Filipinas, onde pelo menos 22 pessoas morreram. Tufões e tempestades tropicais costumam atingir Japão, China, Taiwan, Filipinas e outros países da região anualmente, no segundo semestre, quando ganham força no Oceano Pacífico.

Tudo o que sabemos sobre:
MorakotTaiwanChina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.