Helicóptero mata militante palestino

Quatro helicópteros israelenses bombardearam hoje a picape de Mohammed Abdel Al, de 29 anos, um dos líderes do braço militar do grupo palestino Jihad. O veículo em que ele viajava foi totalmente destruído. O ataque ocorreu em uma estrada próxima ao campo de refugiados Rafah, na fronteira com o Egito. Em um rápido funeral, realizado poucas horas depois da morte de Al, milhares de pessoas pediam por "vingança, vingança". Dezenas de homens atiravam para o alto.Com menos de um mês no poder, o primeiro-ministro israelense, Ariel Sharon, encontra-se no meio de uma verdadeira batalha contra militantes palestinos. Sharon prometeu restaurar a calma, mas até agora vem empregando as mesmas táticas militares utilizadas por seu predecessor Ehud Barak, que perdeu as últimas eleições principalmente por causa da atual intifada palestina. Em mais de seis meses de conflito, 458 pessoas morreram, entre as quais 375 palestinos, 64 judeus israelenses e 19 outros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.