Helicópteros israelenses atacam posto policial em Gaza

Um combate acirrado foi iniciado nas primeiras horas de quarta-feira (11, pelo horário local) entre soldados israelenses e manifestantes palestinos nas proximidades de um bloco de assentamentos judaicos em Gaza, deixando pelo menos 25 palestinos feridos e gerando dúvidas sobre os esforços norte-americanos para organizar uma reunião entre oficiais de segurança no fim do dia. De acordo com palestinos, helicópteros israelenses dispararam foguetes contra um posto da polícia palestina nas proximidades do campo de refugiados de Khan Yunis, enquanto tanques de guerra disparavam bombas contra o campo. O Exército israelense alegou ter havido uma "violenta" troca de tiros, mas negou a utilização de helicópteros. Médicos disseram que o ataque israelense deixou pelo menos 25 palestinos feridos. Outros ficaram presos no campo de refugiados e as equipes médicas não conseguiam chegar ao local devido aos disparos, disse o doutor Heider Khader, diretor do hospital de Khan Yunis. O recente episódio de violência seguiu um dia de trocas de disparos de foguetes e morteiros entre os dois lados. Uma reunião entre oficiais de segurança, adiada pela segunda vez, foi remarcada para esta quarta-feira, disse um funcionário palestino. Mas os novos ataques podem interferir. Testemunhas contaram que uma explosão, aparentemente causada por um morteiro palestino disparado contra um assentamento judaico, iniciaram o conflito nas proximidades de Khan Yunis.Palestinos disseram que pelo menos seis tanques israelenses avançaram em direção ao campo de refugiados, onde ocorrem incidentes quase diários por este situar-se nas proximidades de um bloco de assentamentos ocupados por colonos judeus. Os disparos dos tanques destruíram duas casas no campo de refugiados, disseram as testemunhas. Uma casa desabou sobre seus moradores, entre os quais havia diversas crianças, disseram. Três jornalistas palestinos estavam entre os feridos, segundo os médicos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.