Helicópteros são atacados na fronteira com Equador

Três helicópteros do Exército colombiano, que vigiavam a destruição, em terra, de 1,5 tonelada de explosivos, foram atacados por desconhecidos, sem registro de feridos, perto da fronteira entre a Colômbia e o Equador.Um grupo de repórteres do telejornal Notícias RCN, que cobria a manobra, gravou o momento em que tiros disparados de terra atingiam os helicópteros tipo Falcão Negro, na zona rural de San Miguel, na fronteira com o Equador.Aparentemente, o ataque foi uma resposta de grupos rebeldes à destruição dos explosivos apreendidos na região. O comandante da 17ª Brigada do Exército, Germán Giraldo, disse que foi encontrado abundante material de guerra da frente 48 das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).Nenhuma autoridade acusou as Farc pelo tiroteio. O Exército contou com o apoio da Força Aérea Colômbia (FAC), para terminar de destruir os explosivos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.