Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Henry Kissinger tem alta de hospital

Kissinger é conhecido pela participação no tratado de paz do Vietnã, mas também na Operação Condor

Efe

14 de março de 2010 | 03h15

O ex-secretário de Estado americano Henry Kissinger, de 86 anos, recebeu alta neste domingo, 14, após ter sido internado com problemas estomacais leves, informou a agência sul-coreana Yonhap.

 

Um porta-voz do Hospital Severance de Seul indicou que o estado de Kissinger não tinha gravidade e que o paciente se recuperou após um tratamento médico "simples".

 

Kissinger tinha chegado a Seul na quarta-feira para participar de um encontro sobre segurança e se reunir na sexta-feira com o presidente sul-coreano, Lee Myung-bak.

 

Estava previsto que o ex-secretário de Estado deixasse Seul no sábado, 13, de onde iria a Pequim, mas ele teve de adiar por um dia sua viagem por causa das dores de estômago que o levaram a ser hospitalizado.

 

Kissinger foi assessor de segurança nacional dos Estados Unidos até setembro de 1973 e secretário de Estado até janeiro de 1977, nos governos de Richard Nixon e Gerald Ford.

 

Durante os anos 70, participou de iniciativas como o acordo de paz no Vietnã - que lhe valeu o Prêmio Nobel da Paz de 1973 -, a abertura das relações diplomáticas entre EUA e China e a negociação para a redução dos arsenais atômicos.

 

A figura de Kissinger também está rodeada de polêmica por sua postura contra o governo chileno de Salvador Allende (1970-73) e a conivência dos EUA com a Operação Condor - coordenação entre ditaduras sul-americanas nos anos 70 -, segundo documentos do Departamento de Estado americano abertos a partir de 1999.

Tudo o que sabemos sobre:
Kissingerhospital

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.