Stringer/ Reuters
Stringer/ Reuters

Hezbollah alerta Israel de que não admitirá mais ataques

Líder do grupo xiita disse que a agressão desta semana na fronteira do sul do Líbano foi uma mensagem para o governo israelense

O Estado de S. Paulo

30 de janeiro de 2015 | 14h35

BEIRUTE - O líder do grupo xiita Hezbollah disse que o ataque desta semana na fronteira do sul do Líbano com Israel foi uma mensagem de que não tolerará mais ações israelenses contra os seus membros.

O xeque Hassah Nasrallah disse a milhares de partidários no sul de Beirute nesta sexta-feira, 30, que o Hezbollah não teme a guerra e estará pronto se Israel provocar mais violência.


Foram os primeiros comentáriosde Nasrallah desde que seis combatentes e um general iraniano foram mortos no dia 18 em um ataque aéreo na Síria. O grupo retaliou na quarta-feira com um míssil antitanque disparado através da fronteira que matou dois soldados israelenses e feriu sete.

Nasrallah disse que o Hezbollah não vai respeitar as regras de engajamento, declarando que o Hezbollah tem o direito de retaliar contra todos os futuros ataques israelenses na hora e no local que quiser. / AP

Tudo o que sabemos sobre:
IsraelHezbollah

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.