Hezbollah ameaça atacar instalações petroquímicas em Haifa

A "Resistência Islâmica", braço armado do movimento xiita Hezbollah, ameaçou hoje atacar as instalações petroquímicas de Haifa em sua próxima investida contra a cidade.O comunicado da "Resistência Islâmica" lido no canal de TV Al-Manar, ligado ao grupo radical xiita, assegura que no primeiro ataque de hoje contra Haifa - que matou pelo menos oito pessoas - ficou decidido que estas instalações seriam excluídas."Mas diante de qualquer nova estupidez dos israelenses sionistas, atacaremos as instalações petroquímicas de Haifa (...), assim como suas áreas próximas", afirma o comunicado.O braço armado do Hezbollah assegura que os bombardeios de hoje, realizados com mísseis RAD-2 e RAD-3, atingiram a refinaria de petróleo da cidade.Haifa, com 250 mil habitantes, é a terceira maior cidade de Israel e abriga uma numerosa população de origem árabe.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.