Anwar Amro / AFP
Anwar Amro / AFP

Hezbollah anuncia que Israel vai 'pagar um preço' por 'ataque' no Líbano

Explosão de drones supostamente israelenses em reduto do grupo terrorista em Beirute elevou tensão entre os países

Redação, O Estado de S.Paulo

31 de agosto de 2019 | 18h37

BEIRUTE - O líder do Hezbollah, Hassan Nasrallah, disse neste sábado, 31, que a resposta do movimento libanês a um recente ataque israelense por drones foi "decidida".

Israel "deve pagar um preço" pelo ataque do domingo passado, no qual um drone de reconhecimento caiu nos subúrbios do sul da capital libanesa, feudo do Hezbollah, e outro explodiu no ar, segundo o exército.

A réplica ao ataque entra "na lógica de proteção do país", garantiu Nasrallah.

Israel não confirmou se eram seus os drones abatidos no domingo passado.

Mas o líder do Hezbollah alertou que irá responder "custe o que custar" e que derrubará qualquer outro drone que entrar no espaço aéreo libanês.

O presidente do Líbano, Michel Aoun, chegou a descrever o incidente de domingo como uma "declaração de guerra", acrescentando que seu país tinha o direito de "autodefesa".

Posteriormente, em outro embate entre os dois países na quarta-feira, o exército libanês disparou contra um drone israelense que sobrevoava uma região do sul do país, uma ação bélica incomum. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.