Hezbollah bombardeia posições israelenses na fronteira

Guerrilheiros do Hezbollah bombardearam posições israelenses numa disputada região de fronteira no sul do Líbano, informaram agentes de segurança libaneses sob condição de anonimato. Israel respondeu com disparos de artilharia e ataques aéreos. Esta foi a primeira ação do tipo, em dois meses, por parte do Hezbollah. Não há informações sobre vítimas.As autoridades libanesas disseram que os militantes do Hezbollah dispararam uma salva de morteiros contra os postos militares israelenses de Roueissat el-Alam, Al-Samaka e Ramtha, nas disputadas Granjas de Chebaa. A ação do grupo guerrilheiro ocorre no primeiro dia do Ramadã, o mês sagrado de jejum para os muçulmanos.Por meio de um comunicado divulgado em Beirute, o Hezbollah informou que seus guerrilheiros atacaram três posições israelenses com foguetes, atingindo seus alvos "em cheio". O ataque ocorreu por volta das 15h20 locais (11h20 em Brasília).Israel respondeu com ataques aéreos e disparos de artilharia contra supostos esconderijos de guerrilheiros nos arredores das Granjas de Chebaa, disseram militares israelenses sob condição de anonimato.O grupo guerrilheiro pró-iraniano Hezbollah travou uma luta de 18 anos contra a ocupação do sul do Líbano pelo Exército do Estado judeu, encerrada em maio de 2000. Israel e os Estados Unidos qualificam o Hezbollah como "organização terrorista", mas o Líbano o considera um movimento legítimo de resistência à ocupação de territórios árabes por Israel.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.