Hezbollah distribui dinheiro entre desabrigados libaneses

Em uma escola no bairro Bourj el-Barajneh, no sul de Beirute, o Hezbollah começou a distribuir notas de 100 dólares aos moradores que perderam suas casas nos bombardeios de Israel. São 12 mil dólares para cada um.Não há filas nem espera na escola Shahed. Através de uma operação organizada e eficiente, quem pediu pela ajuda, se inscrevendo no começo da semana, apareceu na escola, mostrou documentos e apenas assinou um recibo. Os funcionários do Hezbollah davam na hora as notas tiradas de uma mala. O líder do Hezbollah, xeque Hassan Nasrallah, em seu discurso na segunda-feira, logo após o cessar-fogo com Israel, prometeu ajudar a reconstruir o Líbano e disse que a organização iria fornecer dinheiro para os civis que perderam suas casas, para pagar aluguel e comprar móveis. Nasrallah não disse de onde viria o dinheiro. Historicamente, o Irã tem sido a primeira fonte de financiamento e armas. Acredita-se que os iranianos abriram seus cofres para o programa de reconstrução.Nasrallah, e o Alto Conselho de Ajuda do governo, que lida com situações catastróficas, disseram que 15 mil casas foram atingidas durante a guerra. Centenas de moradores dos bairros do sul, conhecidos como Dahiyeh, se dirigiram a centros de registro na quarta e quinta-feira para entrar na lista para receber ajuda. Na quinta-feira à tarde os registrados começaram a receber o dinheiro. Membros do Hezbollah chamaram as pessoas por telefone e fizeram a distribuição dos dólares. Na escola Shahed, fotos de Nasrallah e dos líderes iranianos Ayatollah Ali Khamenei e do finado Ayatollah RuhollahKhomeini, decoram as paredes de uma classe, junto a uma estrela de David quebrada no meio. Na foto de Khamenei está escrito "Parabéns pela vitória". Um funcionário do Hezbollah afirmou que um total de 900 pessoas já recebeu a compensação até agora, e disse que há a expectativa de que milhares venham reivindicá-la nos próximos dias.Aqueles que tiveram suas casas demolidas reclamaram que o dinheiro não era o suficiente. Dos 12 mil dólares, 4 mil são para pagar um ano de aluguel àqueles que tiveram seu apartamento totalmente destruído, e os 8 mil para a mobília. O dinheiro pode não ser o suficiente para aqueles que eram proprietários, mas para quem morava como inquilino, pode ser uma compensação justa. Alguns dos beneficiados apareceram de novo para retornar parte do dinheiro após um membro do Hezbollah ter entregue 120 mil dólares para um dos registrados. Aqueles que levaram a quantia a mais foram chamados para devolver quando o erro foi notado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.