Hezbollah e Israel entram em combate no sul do Líbano

Guerrilhas do grupo islâmico Hezbollah promoveram um ataque de artilharia contra posições israelenses numa área da fronteira meridional do Líbano pela primeira vez em oito meses. Israel reagiu com ataques aéreos e fogo de artilharia, dizem autoridades. O Hezbollah informa que o ataque foi uma retaliação ao assassinato de Ali Hussein Saleh, um membro do grupo que morreu quando o carro em que estava explodiu. O Hezbollah culpa Israel pelo atentado.Autoridades libanesas dizem que o Hezbollah disparou uma salva de foguetes e mísseis de morteiro contra os postos militares israelenses de Roueissat el-Alam, al-Samaka e al Radar, na região das fazendas de Chebaa. Astropas de Israel reagiram com bombardeio aéreo e fogo de artilharia de 155 mm, dirigidos a supostos esconderijos da guerrilha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.