Hezbollah entrega corpos de soldados israelenses

O grupo xiita Hezbollah entregou há pouco para a Cruz Vermelha Internacional dois caixões supostamente contendo os corpos dos soldados israelenses Ehud Goldwasser e Eldad Reguev, seqüestrados em 12 de julho de 2006 - episódio que deu início à guerra entre Israel e Líbano naquele ano.Até a entrega dos corpos, havia expectativa de que pelo menos um dos dois soldados estivesse vivo. Ehud Goldwasser e Eldad Reguev não mais foram vistos desde sua captura. Seus corpos serão submetidos a testes de DNA.Segundo acordo entre Israel o Hezbollah, se os corpos forem mesmo dos dois soldados, eles deverão ser trocados por cinco presos libaneses - entre eles Samir Kuntar, militante condenado à prisão perpétua por um duplo homicídio em 1979. Os prisioneiros já foram levados pela polícia israelense para a fronteira com o Líbano.Além deles, Israel deverá entregar também os corpos de 199 libaneses mortos durante a guerra. O governo decretou feriado no Líbano hoje. Na capital Beirute, o clima é de celebração e estão previstas várias manifestações. Em Israel, ao contrário, o clima é de consternação com a notícia de que seus dois soldados foram entregues mortos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.