Hezbollah fere três soldados chineses no Líbano

Três capacetes azuis chineses ficaram feridos no sul do Líbano depois de um ataque com mísseis feito pelo Hezbollah.Luo Fuqiang, principal responsável do contingente da China deslocado com as Nações Unidas no Líbano, confirmou à agência estatal "Xinhua" que na manhã de domingo, após a passagem de uma unidade israelense pelas cercanias do quartel chinês, aconteceu um ataque do Hezbollah com morteiros, que deixou três capacetes azuis levemente feridos.Os feridos foram atendidos imediatamente em um hospital localizado no interior do quartel e se encontram fora de perigo, acrescentou a fonte. No domingo, e após tomar conhecimento do fato, a China pediu a Israel e ao Líbano que garantam a segurança das forças de pacificação destacadas na zona."A China está muito preocupada com este fato" afirmou em comunicado o porta-voz do Ministério de Assuntos Exteriores chinês, Qin Gang.Qin acrescentou que o país oriental já havia entrado em contato com ambas as partes solicitando a aplicação de medidas para assegurar a integridade das forças da ONU.O ministro de Assuntos Exteriores chinês, Li Zhaoxing, também pediu ao Conselho de Segurança da ONU que tome medidas para evitar a escalada do conflito.No dia 25 de julho, du Zhaoyu, observador chinês da ONU deslocadona região, morreu no sul do Líbano como resultado de um ataque aéreoisraelense.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.