Hezbollah pede que países muçulmanos armem Gaza

O líder do movimento xiita libanês Hezbollah, Hassan Nasrallah, conclamou ontem os países árabes e muçulmanos a armar os palestinos da Faixa de Gaza. Em um raro pronunciamento, em Beirute, Nasrallah pediu que os "governo árabes e islâmicos" apoiem "política e moralmente" e "com armas" os militantes do território sob ataque de Israel. "Cada um deve apoiar (os palestinos de Gaza) segundo suas possibilidades." Foi a quinta vez que Nasrallah falou em público desde a guerra de Israel contra o Hezbollah, em 2006. O líder xiita dedicou o Dia de Jerusalém, celebrado na última sexta-feira do Ramadã, à "solidariedade com o povo e à resistência de Gaza". "A Palestina continua a causa principal", disse. / AFP

O Estado de S.Paulo

26 de julho de 2014 | 02h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.