Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Hezbollah pede que soldados iraquianos se afastem das bases americanas

Comunicado do grupo pró-iraniano alerta para que os militares do Iraque se afastem das bases dos EUA até este domingo, 3

Redação, O Estado de S.Paulo

04 de janeiro de 2020 | 17h44

Uma facção pró-iraniana no Iraque, Kataib Hezbollah, pediu neste sábado, 4, às tropas iraquianas que se afastem "pelo menos 1.000 metros" das bases militares dos Estados Uunidos a partir de domingo, 5.

"Pedimos às forças de segurança que se afastem pelo menos 1.000 metros das bases americanas, começando neste domingo às 17:00 (14:00 GMT)", disse o comunicado do Hezbollah, que pertence à rede militar das milícias xiitas Hashed al Shaabi.

Neste sábado, milhares de iraquianos, incluindo altas autoridades no país, pediram vingança contra os EUA, durante o funeral do poderoso general iraniano Qasim Soleimani, que morreu no ataque de um drone americano.

A Zona Verde de Bagdá, um local altamente protegido onde está localizada a embaixada dos EUA e em uma base aérea ao norte da capital, foi alvo de ataque neste sábado. /AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.