Hillary: agora compete a Cuba mostrar 'reciprocidade'

A secretária de Estado norte-americana, Hillary Rodham Clinton, disse hoje que compete a Cuba dar o passo seguinte para melhorar as relações com o governo dos Estados Unidos. Hillary afirmou que as recentes medidas tomadas pelo presidente Barack Obama, de relaxar as restrições para viagens para Cuba representam um passo "muito significativo". Agora, o governo do presidente Raúl Castro deveria mostrar "reciprocidade" com esses gestos, afirmou.

AE-AP, Agencia Estado

16 de abril de 2009 | 18h46

A secretária de Estado disse a um grupo de jornalistas que entre as medidas que os Estados Unidos gostariam que Cuba adotasse está a libertação de presos políticos e o levantamento das restrições à imprensa. As declarações foram feitas durante uma coletiva de imprensa conjunta com o presidente haitiano Rene Preval, durante sua visita ao Haiti. A titular da política externa dos Estados Unidos fez uma escala no Haiti em seu caminho para a Cúpula das Américas, que acontece em Trinidad e Tobago, encontro do qual Cuba foi excluída.

Tudo o que sabemos sobre:
EUACuba

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.