Hillary chama ataque a ônibus em Israel de 'terrorismo'

A secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, afirmou que seu país "condena firmemente" a explosão de um ônibus em Tel-Aviv e qualificou o episódio como "ataque terrorista".

AE, Agência Estado

21 de novembro de 2012 | 11h29

As declarações foram feitas no mesmo dia em que ela chegou ao Cairo, no Egito, como parte dos esforços diplomáticos para forjar uma trégua entre Israel e o grupo islamita Hamas, que governa a Faixa de Gaza.

Hillary se reunirá com o presidente do Egito, Mohammed Morsi, nesta quarta-feira para buscar um acordo que dê fim a ofensiva israelense a Gaza.

Os ataques de Israel já duram uma semana e mataram mais de 130 palestinos. Do outro lado do conflitos, os foguetes palestinos deixaram cinco israelenses mortos. As informações são da Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.