Hillary chega hoje ao Haiti para ver de perto devastação

Secretária quer reunião com presidente René Préval para discutir assistência financeira internacional

AE, Agencia Estado

16 de janeiro de 2010 | 07h39

A secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, anunciou que viajará hoje ao Haiti para ver pessoalmente a devastação provocada pelo terremoto. Hillary também disse que quer saber como as equipes de busca e os militares norte-americanos estão trabalhando no país caribenho. Hillary tomou a decisão de ir ao Haiti depois de dois dias de intensas reuniões de emergência no Departamento de Estado e na Casa Branca. O secretário de Defesa dos EUA, Robert Gates, também viajará com ela.

Ela pretende se reunir na capital com o presidente haitiano, René Préval, com quem deve discutir a assistência financeira internacional e os planos para a reconstrução. A secretária também disse que levará uma quantidade não especificada de ajuda humanitária em seu voo.

Empresas, celebridades e cidadãos comuns dos EUA já doaram dezenas de milhões de dólares para ajudar as vítimas do terremoto no Haiti, superando a arrecadação para o tsunami na Ásia, em 2004, e a do furacão Katrina, em 2005. Mas especialistas alertam para o risco de nem todos esses recursos chegarem até os haitianos, por causa da infraestrutura precária do Haiti. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
terromotoHaititragédia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.