Mario Anzuoni/REUTERS
Mario Anzuoni/REUTERS

Hillary Clinton diz que 'ninguém gosta' de Bernie Sanders

"Ninguém quer trabalhar com ele, não conseguiu nada. É um político profissional", afirmou ex-secretária de Estado dos EUA em documentário que estreia em março

Redação, O Estado de S.Paulo

21 de janeiro de 2020 | 17h40

WASHINGTON - A ex-chefe da diplomacia americana Hillary Clinton atacou Bernie Sanders, um de seus principais rivais nas primárias democratas de 2016, assegurando em um documentário que "ninguém gosta dele". 

Clinton também se negou a dizer se apoiará ou não Sanders no caso de ele se tornar o adversário democrata do presidente republicano, Donald Trump, nas eleições de novembro. 

"Estive no Congresso durante anos. Somente um senador o apoiou", disse Clinton, de 72 anos, em um documentário em quatro partes que estará disponível na plataforma de streaming Hulu em março. 

"Ninguém gosta dele, ninguém quer trabalhar com ele, não conseguiu nada. É um político profissional", declarou. "É pura conversa e me sinto mal pelas pessoas que se envolveram com ele ", acrescentou.

Sanders, um senador de Vermont da ala mais esquerdista dos democratas, está entre os favoritos para ser o candidato de seu partido nas eleições desse ano. 

As pesquisas o apontam no segundo lugar na intenção de voto, atrás do centrista Joe Biden e à frente da senadora Elizabeth Warren, a duas semanas do primeiro voto das primárias em Iowa. 

O político de 78 anos manteve uma dura disputa com Hillary Clinton pela nomeação democrata há quatro anos. A ex-secretária de Estado ganhou as primárias, mas acabou perdendo as eleições contra Trump em novembro. /Agência France Press

 

Tudo o que sabemos sobre:
Hillary ClintonBernie Sanders

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.