Hillary Clinton rebate as críticas de Rice a Bill Clinton

A senadora por Nova York, Hillary Rodham Clinton, rebateu as críticas da secretária de Estado, Condoleezza Rice, na crescente rixa política sobre quem - Bill Clinton ou George Bush - perdeu mais oportunidades de prevenir os ataques de 11 de Setembro.Hillary Clinton mirou no presidente Bush e em Rice sobre os seus papéis em 2001 antes dos ataques, discussão que começou quando o presidente Clinton, em entrevista, defendeu seus esforços para matar Osama bin Laden."Eu acho que o meu marido fez um ótimo trabalho em demonstrar que os democratas não irão se responsabilizar por esse ataques", disse Hillary na terça-feira. "Estou segura de que se meu marido e sua equipe de segurança nacional tivessem mostrado um relatório confidencial intitulado ´bin Laden determinado a atacar dentro dos EUA´, ele teria levado mais a sério do que o atual presidente e sua equipe de segurança, assim como a história sugereA senadora se referia a um relatório confidencial dado a Bush em agosto de 2001, que segundo os democratas, mostra que Bush não fez o suficiente para combater a ameaça crescente da Al Qaeda.Quando o relatório foi entregue, Rice era a assessora de segurança nacional, e a resposta de Clinton foi claramente direcionada a ela e a Bush.A resposta de Hillary surge no dia seguinte a Rice negar as afirmações de Clinton na entrevista, de que Bush não teria perseguido agressivamente a al Qaeda antes dos ataques de 2001. "O que nós fizemos nos oito meses foi no mínimo tão agressivo quanto o que a administração Clinton fez nos anos anteriores", disse Rice, ao jornal New York Post. "A noção de que, durante oito meses, a administração Bush se sentou e não fez nada, é completamente falsa, e acho que a comissão do 11 de Setembro entendeu isso".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.