Hillary Clinton vai ao Iraque e pede presença da ONU

Um dia depois da visita do presidente George W. Bush ao Iraque, os senadores americano Hillary Rodham Clinton e Jack Reed chegaram a Bagdá e disseram que não é tarde para trazer a ONU de volta ao Iraque. ?Acredito muito que devemos internacionalizar isto, o que exigirá uma grande mudança de mentalidade na administração?, disse ela, que é do Partido Democrata, na oposição a Bush.Hillary e Reed se reuniram com soldados e autoridades americanas em Bagdá. Ambos disseram que é preciso cautela frente às idéias de acelerar a transmissão de poder de volta aos iraquianos, por conta da convulsão social e política por que passa o país. A senadora,ex-primeira-dama, disse que o principal objetivo de sua visita é mostrar apoio às tropas. ?Quero que os soldados saibam que estão fazendo um grande trabalho?, disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.