Hillary deixa hospital onde estava internada

A secretária de Estado americana, Hillary Clinton, deixou ontem acompanhada do marido, Bill, e da filha, Chelsea, o hospital em Nova York onde estava internada desde o domingo, informou a rede de TV CNN. Segundo os médicos, ela foi tratada com anticoagulantes para dissolver um coágulo que estava situado entre o cérebro e o crânio. O coágulo é resultado de uma concussão cerebral que ela sofreu no início de dezembro, quando desmaiou em virtude de uma desidratação provocada por um vírus estomacal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.