Hillary diz temer 'ressovietização' da Europa

A secretária de Estado dos EUA, Hillary Clinton, manifestou nesta quinta-feira temores em relação a uma suposta "ressovietização" do Leste da Europa e da Ásia Central.

AE, Agência Estado

06 de dezembro de 2012 | 12h50

Segundo a chanceler norte-americana, estaria em andamento um esforço de governos opressores para "ressovietizar" a região, dirigindo-se especificamente à Rússia.

"Não está sendo chamado desse jeito. Vai ser chamado de união aduaneira, de União Eurasiática ou qualquer coisa assim", disse ela sobre os esforços promovidos por Moscou por uma maior integração regional. "Mas não devemos nos enganar. Nós sabemos qual é o objetivo e vamos pensar em meios efetivos de freá-lo ou impedi-lo."

Hillary está na Irlanda para um encontro com o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Serguei Lavrov. Eles devem se reunir ainda nesta quinta-feira com o enviado especial da Organização das Nações Unidas (ONU) à Síria, Lakhdar Brahimi, para discutir meios de dar novo impulso aos esforços diplomáticos para tentar pôr fim à guerra civil no país. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
EuropaHillary

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.