Hillary inicia agenda diplomática por Ásia e Oceania

A secretária norte-americana de Estado, Hillary Clinton, começou sua agenda diplomática de 2010, exatamente como fez há doze meses, com uma viagem cujo objetivo é fortalecer as relações dos Estados Unidos com as nações parceiras na Ásia e na Oceania.

AE-AP, Agencia Estado

11 de janeiro de 2010 | 16h33

Hillary partiu hoje numa viagem de dez dias para Austrália, Nova Zelândia e Papua Nova Guiné, com uma escala no Havaí, onde deverá ter uma reunião com o chanceler do Japão.

A viagem ressaltará a alta prioridade que a administração colocou em mater relações fortes com grandes aliados como o Japão e a Austrália. Hillary também se comprometeu a tentar melhorar as relações com nações que têm opiniões parecidas com os EUA em questões como terrorismo, mudanças climáticas e segurança energética.

Na terça-feira, ela deverá fazer, no Havaí, um discurso no Centro Leste-Oeste, uma organização de pesquisas fundada há 50 anos pelo Congresso americano para promover as relações dos EUA com as nações do Pacífico.

Na Austrália, o secretário de Defesa norte-americano, Robert Gates, deverá se juntar a Hillary para reuniões com seus congêneres australianos. Eles deverão discutir a contenção do terrorismo, não apenas fronteira entre o Paquistão e o Afeganistão, mas num longo arco que agora inclui o Iêmen e a Somália.

Hillary, depois, visitará a Nova Zelândia, onde agradecerá o apoio das tropas zelandesas ao esforço de guerra no Afeganistão.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAHillary Clintondiplomacia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.