Hillary: Israel e palestinos estão 'sérios' sobre acordo

A secretária de Estado norte-americana, Hillary Clinton, disse hoje que os líderes israelenses e palestinos estão atuando de modo "sério" na busca pela paz. A declaração dela foi feita em Jerusalém, onde Hillary se reuniu com os dois líderes da iniciativa. "Eu acredito que eles estão sérios sobre chegar a um acordo. Esta é a hora e esses são os líderes, e os Estados Unidos vão apoiá-los, enquanto eles tomam decisões difíceis."

AE, Agência Estado

15 de setembro de 2010 | 09h17

Segundo a secretária de Estado, os dois lados estão prontos para trabalhar e devem começar a discutir os assuntos principais, "que só podem ser resolvidos com negociações face a face". Hillary falou após se reuniu com o presidente de Israel, Shimon Peres.

As negociações são lideradas pelo primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, e pelo presidente da Autoridade Palestina, Mahmoud Abbas. Hillary encontrou os dois ontem no resort egípcio de Sharm el-Sheikh. "Esse esforço exige paciência, persistência e liderança. É sempre mais fácil adiar decisões difíceis que tomá-las."

A secretária de Estado elogiou Netanyahu, qualificando-o como um "líder que entende quão importante é avançar" no tema. E insistiu que as legítimas aspirações dos povos dos dois lados "não são incompatíveis".

Congelamento

O tema bilateral mais urgente é o prazo previsto para o fim do mês da moratória de construções israelenses em assentamentos, em terras que os palestinos querem como parte de seu futuro Estado independente. Funcionários israelenses indicaram que não devem ampliar o tempo de congelamento nas obras, mas os palestinos ameaçam interromper o diálogo se as construções foram retomadas. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAIsraelpalestinosdiálogospaz

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.