Hillary quer a presidência dos EUA

A ex-primeira dama e agora senadora pelo Estado de Nova York, Hillary Clinton, começou a formar uma organização por meio da qual iniciará sua campanha para conseguir a indicação do Partido Democrata para a eleição presidencial de 2008. A informação foi divulgada por assessores de Hillary. Nos últimos meses, a senadora vinha negando sua intenção de candidatar-se à Casa Branca, mas analistas políticos, citados ontem pelo jornal The Washington Times, comentaram que os indícios de suas aspirações podem ser observados pelo fato de ela ter suavizado sua imagem liberal e assumido um papel de destaque nas críticas dos democratas ao presidente (republicano) George Bush. O ex-presidente (democrata) Bill Clinton (1993-2001) já disse a pessoas de seu relacionamento que a eventual candidatura de sua mulher à presidência da República é um assunto de "quando" e não de "se" ela se lançará na disputa da Casa Branca. Hillary afirmou, sexta-feira, que manterá a promessa de completar seu mandato no Senado, que terminará em 2006.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.