Hindus protestam contra estátua de Chaplin na Índia

Ativistas hindus frustraram a construção de uma estátua de 20 metros do comediante norte-americano Charlie Chaplin que seria utilizada como cenário na produção de um filme e estava sendo erguida aproximadamente 300 metros de um templo.

AE-AP, Agencia Estado

15 de março de 2009 | 11h57

O produtor de cinema Hemant Hegde estava construindo a estátua para utilizá-la como cenário em uma das cenas de seu próximo filme, mas foi forçado a interromper os trabalhos por conta de ativistas que acharam ofensivo erguer um monumento a alguém que não era hindu perto de um local religioso.

"Eu realmente estou surpreso de as pessoas afirmarem que Charlie Chaplin era cristão e não permitirem a estátua", acrescentou. Chaplin, que foi batizado na Igreja Anglicana, dizia ser agnóstico.

O local onde o monumento estava sendo construído era próximo de um templo hindu do estado de Karnataka, no sul da Índia. Hegde disse que esperava manter a estátua no local após as filmagens para que ela fosse utilizada como atração turística, mas agora buscava uma nova locação para a cena.

Um legislador local do principal partido de oposição hindu disse que não havia espaço para Charlie Chaplin em sua região. "Se os moradores são contra a estátua, eu também sou", disse ele ao jornal Times of India.

Tudo o que sabemos sobre:
Índiahindusprotesto

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.