Hindus queimam mais 11 igrejas no leste da Índia

Violência entre fundamentalistas e cristãos começou na terça, quando uma pessoa morreu e 25 foram feridas

Efe,

27 de dezembro de 2007 | 08h27

Grupos de supostos fundamentalistas hindus saquearam e queimaram 11 igrejas na região de Orissa, no leste da Índia, nesta quinta-feira, 27. O incidente aconteceu no mesmo local em que, na terça-feira, foram registrados outros enfrentamentos. As igrejas queimadas são pertencem ao distrito tribal de Phulbani. Na noite de terça, uma pessoa morreu e 25 ficaram feridas em confrontos entre as duas comunidades. Segundo a agência indiana PTI, a polícia não forçou o cumprimento do toque de recolher no distrito. Os confrontos começaram na terça-feira, durante uma manifestação convocada pelos radicais hindus do grupo Vishwa Hindu Parishad (VHP, Organização do Mundo Hindu), em protesto contra um ataque sofrido pelo líder local Swami Laxamananda Saraswati. Um grupo de radicais queimou uma igreja do povoado de Baliguda, o que levou a vários choques entre fiéis das duas religiões. Os cristãos são 2,3% da população indiana e estão concentrados no nordeste do país e nas áreas litorâneas do sul, mas também têm presença nas regiões tribais.

Tudo o que sabemos sobre:
Índiaigreja

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.