Historiador afirma que alemães sabiam sobre o Holocausto durante a guerra

Em entrevista concedida em razão do lançamento do segundo volume de seu Alemanha nazista e os judeus, o historiador Saul Friedländer disse estimar que os alemães já sabiam muito sobre a exterminação de judeus durante a Segunda Guerra Mundial desde o fim de 1941. A informaçã é do jornal francês Le Monde.Os alemães "sabiam muito (sobre o Holocausto) e eles souberam cedo, desde o fim de 1941", afirma Saul Friedländer, em entrevista ao jornal alemão Taz."Os relatos dos serviços de segurança da SS são reveladores pois dão um retrato bastante realista. Tão realista que os dirigentes nazistas abafaram em 1944", explica o historiador, professor na universidade de Genebra, e depois da Califórnia. "Nós aprendemos que, por exemplo, na cidade de Minden, em dezembro de 1941, os judeus eram transportados para o oeste em vagões de animais, e que lá eles deveriam trabalhar, ou seriam assassinados. Ninguém, ou quase ninguém se espantou".O historiador, nascido em Praga, cresceu na França, e insiste no fato de que os alemães não só não duvidavam como sabiam do que acontecia, "mesmo se eles não soubessem de todos os detalhes".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.