Holanda libera venda de maconha nas farmácias

Maconha no combate a dor de doenças como câncer, aids ou esclerose múltipla passa a ser vendida, a partir desta semana, nas farmácias e hospitais da Holanda, sob receita médica, ao preço de US$ 41,20 por cinco gramas. O Ministério da Saúde holandês adverte, entretanto, que a maconha deverá ser usada em chás ou em forma de spray, e em hipótese alguma "ser fumada".A decisão, única na União Européia (UE), está sendo considerada pelo governo holandês como "histórica" e de "vanguarda" frente a outros governos europeus. O governo reforça que o uso é "terapêutico" e será indicado em casos de distúrbios crônicos do sistema nervoso ou tratamentos dolorosos.Apesar da liberação, as autoridades médicas da Holanda não confirmam a existência de alguma prova científica que garanta a eficácia da droga em tratamentos contra a dor, "porém, seu uso contínuo tem aliviado as dores dos pacientes, apresentando resultados".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.