Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Holanda recupera pinturas de Renoir roubadas em 1987

Obras também de outros artistas sumiram da galeria Noortman, foram dobradas e estão muito danificadas

AE-AP, Agencia Estado

08 de março de 2009 | 09h51

A polícia holandesa recuperou oito valiosas pinturas, incluindo trabalhos de Renoir e Pissaro, roubadas há 22 anos de uma galeria na cidade de Maastricht. A Procuradoria-Geral da Holanda disse, por meio de um comunicado, que três suspeitos foram presos: um alemão de 45 anos, que vive em Dubai; sua mãe, de 62 anos; e outro homem, de 66 anos. Suas identidades não foram reveladas e eles serão apresentados a uma corte judicial amanhã.   Veja também:Obras de Matisse e Picasso são roubadas em Berlim França devolve tela de Matisse roubada por nazistas Polícia recupera quadros roubados em 1998 no interior de SPAlgumas das pinturas, roubadas em 1987 da galeria Noortman, foram dobradas e estão muito danificadas, segundo a Procuradoria. Um especialista vai analisar as obras.Procuradores disseram que a polícia encontrou as pinturas depois que os suspeitos tentaram vendê-las a uma companhia de seguros, que pagaria cerca de 2,3 milhões de euros. Dos oito trabalhos roubados, seis foram encontrados na cidade de Valkenburg e outros dois no vilarejo de Walem, onde um dos suspeitos vive. As pinturas incluem trabalhos de Pierre-Auguste Renoir, Camille Pissarro, David Teniers, Willem van de Velde, Jan Brueghel, Eva Gonzales e Paul Desire Trouillebert.

Tudo o que sabemos sobre:
rouboarteHolanda

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.