Holandês é o novo secretário-geral da OTAN

A Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN) anunciou nesta segunda-feira que o ministro do exterior holandês, Jaap De Hoop Scheffer, é seu novo secretário-geral. O holandês vai substituir o inglês Lord Robertson no comando da entidade de 19 países. O mandato de secretário-geral da OTAN é de quatro anos. Lord Robertson sai do cargo em dezembro. De Hoop Scheffer é visto como o homem certo para fazer a ligação entre os Estados Unidos e os aliados europeus que se opuseram à invasão anglo-americana no Iraque. A questão iraquiana causou, no começo deste ano, um dos maiores conflitos internos na OTAN. O governo holandês apoiou a guerra, mas evitou marcar sua posição com ênfase e assim entrar em confronto com importantes países membros da OTAN que se opunham à guerra, como Alemanha e França. A escolha de De Hoop Scheffer para o cargo na OTAN é fruto de um acordo entre Canadá e França. Os franceses queriam mais tempo para discutir a questão da mudança do secretário-geral. O Canadá tinha um candidato e fincou pé por seu ministro das finanças, John Manley. Entretanto, os aliados europeus, maioria na OTAN, relutaram em abrir mão de sua tradicional representação na secretaria-geral da organização.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.