Hollande condena mobilização russa para anexar Crimeia

O presidente da França, François Hollande, condenou a mobilização da Rússia para anexar a Crimeia, afirmando que a França não reconhecerá a separação da península da Ucrânia.

AE, Agência Estado

18 de março de 2014 | 13h46

"Eu condeno essa decisão", afirmou Hollande, em comunicado divulgado hoje, após o presidente da Rússia, Vladimir Putin, ter assinado um tratado para anexar a Crimeia. "A França não reconhece os resultados do referendo realizado na Crimeia em 16 de março ou a anexação dessa região ucraniana à Rússia."

Líderes da UE irão formular uma resposta comum contra a decisão da Rússia, quando chefes de Estado europeus se reunirem em 20 e 21 de março, afirmou Hollande. Fonte: Dow Jones Newswires.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.