Hollande é vaiado durante homenagem de guerra

O presidente da França, François Hollande, foi vaiado por manifestantes quando colocava flores no túmulo de um soldado durante uma cerimônia que marcava o fim da primeira guerra mundial.

AE, Agência Estado

11 de novembro de 2013 | 13h52

O presidente passava pela avenida Champs-Elysées até o monumento do Arco do Triunfo sob um forte sol nesta segunda-feira quando as vaias de pequenos grupos na multidão passaram a ser ouvidas.

Gritos que pediam a renúncia de Hollande foram ecoados. Além disso, alguns manifestantes usavam bonés vermelhos que se tornaram o símbolo do movimento anti-impostos. Dezenas de manifestantes foram detidos pela polícia devido a uma série de infrações que incluía manifestação não autorizada e violência contra a polícia. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
françahollandevaias

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.