Hollande pede à ONU que proteja áreas libertadas na Síria

A Organização das Nações Unidas (ONU) deve "imediatamente" oferecer proteção às áreas libertadas pelos rebeldes no norte da Síria, afirmou nesta terça-feira o presidente da França, François Hollande, acrescentando que o governo de Bashar al-Assad não tem futuro no cenário internacional.

Reuters

25 de setembro de 2012 | 16h22

"O regime sírio... não tem futuro entre nós", disse Hollande em seu primeiro discurso à Assembleia Geral da ONU.

"Sem qualquer atraso, peço às Nações Unidas que forneçam imediatamente ao povo sírio todo o apoio que ele nos solicita e proteja as zonas libertadas."

Hollande também advertiu o Irã que a França não irá tolerar que a República Islâmica continue desprezando suas obrigações internacionais e ameaçando a estabilidade da região. Ele disse que a França está pronta para impor novas sanções ao Irã, juntamente aos seus parceiros da União Europeia.

(Reportagem de John Irish)

Tudo o que sabemos sobre:
ONUFRANCASIRIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.