Homem abre fogo contra multidão e mata 4 nos EUA

Um homem abriu fogo ontem de seu automóvel contra uma multidão em Washington, D.C., matou quatro pessoas e deixou cinco feridas, segundo autoridades locais. O ataque provocou uma perseguição policial. Três pessoas foram detidas ainda ontem acusadas de envolvimento no caso. Os investigadores disseram que o motivo do atentado não estava claro.

AE-AP, Agência Estado

31 de março de 2010 | 11h33

Os disparos atingiram seis homens e três mulheres, segundo o porta-voz policial Hugh Carew. Na noite de ontem, uma vítima morreu no local e outras duas faleceram no hospital. Na madrugada de hoje, morreu uma quarta vítima, segundo a porta-voz policial Gwendolyn Crump. Quatro agentes de polícia sofreram ferimentos leves no momento da perseguição do suspeito até o condado vizinho de Prince Georges, em Maryland, segundo as autoridades. Uma arma foi apreendida.

Os disparos ocorreram em uma área próxima de um complexo industrial para tratamento de água e da base aérea de Bolling. A região sudeste da capital dos EUA têm problema com a criminalidade, mas os vizinhos disseram à imprensa local que esse ataque surpreendeu. A capital norte-americana registrou 143 homicídios no ano passado, o número mais baixo em quase 50 anos.

Tudo o que sabemos sobre:
EUAWashingtonatentado

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.